Make your own free website on Tripod.com
 
 
Título: Hiperestesia Indireta do Pensamento
Autor(a): Pe. Oscar Quevedo
 

 

Boletim de Parapsicologia - Padre Quevedo

CLAP- Centro Latino Americano de Parapsicologia

Nº 18

Diretor: Oscar G. Quevedo S.J.

TEMA:  Fenômenos Parapsicológicos

TÍTULO:   Hiperestesia Indireta do Pensamento - HIP

Hiperestesia Indireta do Pensamento - HIP

     Todos os nossos atos psíquicos, de qualquer espécie, conscientes ou inconscientes, pensamentos, recordações, sentimentos; se traduzem ou são acompanhados por reflexos físicos de diversas ordens. O que pensamos, ou mesmo nosso estado emocional (tristeza, alegria, desejo, ansiedade, preocupações,etc) nosso corpo exterioriza em movimentos ou posturas involuntárias e de modo inconsciente.

Quando pensamos, nossas cordas vocais também vibram numa frequencia fraquíssíma acompanhando nossos pensamentos (poderíamos dizer que nossos pensamentos falam). É claro que conscientemente não conseguimos ouvir esta frequencia tão baixa. mas inconscientemente em raras ocasiões é possível (HIP) ouvir o pensamento.

       Através deste mecanismo, os pensamentos de qualquer pessoa passam às pessoas que estão presentes; tudo o que nós sentimos e imaginamos passa e não pode deixar de passar às pessoas que estão presentes. Essas pessoas, inconscientemente, captam de uma forma direta , os reflexos sensoriais e indiretamente os pensamentos ou os atos psíquicos que os provocaram. Este é o mecanismo da Faculdade Hiperestesia Indireta do Pensamento, a HIP, mecanismo certamente complexo, impossível de ser explicado em poucas palavras.

       Tudo o que as pessoas presentes sabem, o inconsciente também sabe. É lógico, portanto, que algumas vezes o manifeste. A HIP se revela de duas maneiras: por contato ou sem contato. Quando é por contato, chamamo-la cumberlandismo, por ser Eduardo Cumberland, o primeiro a descobrí-lo e a apresentá-lo, inclusive, em demonstrações públicas.

       Muito conhecida tornou-se a menina Ilga K, de Trapene (Letônia). Filhas de pais sãos, desenvolveu-se normalmente, mas intelectualmente, permaneceu muito atrasada. Aos oito anos balbuciava como uma criança de dois. Nunca aprendeu a ler, nem a calcular. Não passou do conhecimento isolado das letras e dos algarismos. Pois bem, aos nove anos, apesar de ser incapaz de ler e calcular, quando se concentrava, Ilga lia qualquer parágrafo em qualquer língua incluindo Latim e Grego antigo; resolvia problemas matemáticos, contanto que alguém (principalmente sua mãe) os tivesse em sua presença, lendo mentalmente o mesmo paragrafo ou pensando na solução do problema. Discutia com professores universitários sobre qualquer tema: "sabia" (sem compreender nada) ; tanta matemática quanto os professores de ciencias exatas; discutia com os catedráticos de medicina...(captava por HIP, a resposta dos próprios pesquisadores)

       Investigações sucessivas, rigorosas, continuadas; de especialistas de vários países demonstraram que se tratava de um caso de manifestação de HIP-Hiperestesia Indireta do Pensamento- Nosso inconsciente,  às vezes, pode manifestar (casos especiais ou pessoas especiais) tudo o que as pessoas presentes (a poucos metros, pois depende dos sentidos) conhecem, incluindo conhecimentos inconscientes. Nosso inconsciente é um sábio prodigioso.

Texto extraído do livro "O que é Parapsicologia"de Oscar G. Quevedo- Edições Loyola

 

     Assim sendo, o famoso argumento que muitas pessoas dão dizendo que tal e qual adivinho ou médium acertou fatos de sua vida, ou nomes, etc; alegando que foi uma manifestação de espíritos, entidades, ou qualquer outro ser imaginário, não tem nada de sobrenatural, ou intervenção de espíritos ou o que quer que chamem.      É uma manifestação do inconsciente (HIP) desta pessoa que captou os pensamentos conscientes ou inconscientes da outra pessoa.Como todo fenômeno parapsicológico, a HIP é involuntária e inconsciente. Ninguém pode controlar o fenômeno.     É só distanciar as duas pessoas envolvidas ou colocá-las em duas salas separadas que acaba a HIP...pois a pessoa que capta não pode mais ver ou ouvir a outra pessoa.

  

 

 Este boletim irá explicar de uma maneira clara, que o ser humano não deve seguir, acreditar ou ter medo de superstições. Nosso objetivo é divulgar a Parapsicologia e Purificar a Fé Católica, afastando as supestições e explicar fatos naturais que muitos confundem com Milagres, mas na realidade se trata de auto-sugestão ou simplesmente fenômenos Parapsicológicos de origem de nosso Inconsciente. E Purificar a Fé, principalmente divulgando os Verdadeiros e fantásticos Milagres, inexplicáveis por todos os ramos da Ciência, assinatura de Deus para Sua Doutrina.

Este Boletim se destina ao clero, a leigos e a qualquer pessoa interessada em Parapsicologia científica; que queira aprender e ensinar.

AJUDE A DIVULGAR A PARAPSICOLOGIA - LIBERTAR O SER HUMANO DAS SUPERSTIÇÕES - PURIFICAR A FÉ - DIVULGAR OS VERDADEIROS MILAGRES

 Você e mais 1.200 pessoas estão atualmente recebendo este boletim. Divulgue-o.

Envie sugestões sobre superstições que você quer que sejam esclarecidas, dúvidas sobre Fenômenos Parapsicológicos ou dúvidas sobre Milagres.

-Este Boletim tem como objetivo o conhecimento da Parapsicologia. Explicações de Fenômenos Parapsicológicos, Libertação das superstições que tanto aprisionam o homem, e diferença dos falsos com os verdadeiros Milagres.

-Periodicidade: Semanal

-Perguntas, Dúvidas, Sugestões e Indicação de pessoas para receberem o Boletim; favor enviar Email para:

ffdqueiroz@ig.com.br

-Elaborado por CLAP–Centro Latino Americano de Parapsicologia -Clínica -Cursos-Pesquisas Av Leonardo da Vinci 2123- Jabaquara - São Paulo-S.P CEP 04313-002 Telefone 5011-7942 –Site Oficial do Padre Quevedo:                       www.clap.org.br


Página Principal