Make your own free website on Tripod.com
 
 
Título: Gestos, Símbolos e Sinais
Autor(a): Agnus Dei
 

 

INTRODUÇÃO
Desde os primeiros séculos, os cristão sentiram a necessidade de expressar seus louvores a Deus através de gestos, símbolos e sinais que também fossem compreensíveis aos homens. Assim, com o passar dos séculos, a liturgia da missa se desenvolveu e enriqueceu mas, devido a uma maior falta de preparo, nem sempre os fiéis que participam de uma celebração a compreendem totalmente.

Para aproveitar as inúmeras graças concedidas durante a missa, todo fiel deve tentar conhecê-la melhor e não simplesmente repetir o que os outros fazem ou dizem, sem saber o porquê. A missa compreendida pode ser amada e muito bem amada! No entanto, ninguém ama aquilo que não conhece e, dessa forma, acaba por não se beneficiar em tudo que poderia...


GESTOS, SÍMBOLOS E SINAIS
Assim como toda a nossa vida, também a missa é formada por diversos gestos, símbolos e sinais. São meios humanos de se expressar todo o louvor e adoração que podemos prestar a Deus. Obviamente, tudo isso possui significado dentro da missa. No entanto, devem ser feitos de maneira lúcida e não de qualquer modo, pois senão perdem o seu valor e, quando fazemos algo sem saber seu motivo, que valor poderá ter para Aquele a quem é dirigido? Portanto, toda liturgia é formada por estes três elementos: sinal, símbolo e gesto.

  1. SINAL
    É algo que significa alguma coisa. Podemos dizer que o sinal ou figura é sempre menor que o seu significado. Por exemplo: quando colocamos galhos ou ramos de árvores em uma curva na estrada alertamos para os outros carros que pode haver algum acidente ou veículo parado na estrada logo após a curva; outro exemplo de sinal, agora do meio cristão, é o uso da vela: a chama de uma vela acesa significa a vida eterna, que nunca se acaba. Observe que ambos os exemplos são de conhecimento universal.

  2. SÍMBOLO
    O símbolo, ao contrário do sinal, exige um conhecimento especial, podendo nada representar para pessoas que não convivem em determinado meio. Exemplificando, os primeiros cristãos desenhavam peixes nas catacumbas porque a palavra peixe em grego (IXTUS) correspondia à abreviação da expressão "Jesus Cristo Filho de Deus Salvador".

  3. GESTOS
    Os gestos são movimentos que fazemos com os membros de nosso corpo ou, ainda, com todo o corpo, que também possui seus significados. Na missa, nossos gestos devem ser sinceros pois senão nada representam. Contudo, quando todos fazem o mesmo gesto, demonstra-se a unidade da comunidade. Para exemplificar, levantamos as mãos quando oramos significando súplica e entrega a Deus.


Página Principal